ALUNOS

NEWSLETTER

Receba as nossas notícias
e novidades em seu e-mail:

VÍDEOS

PARCEIROS

LEVEZA VERSUS RESPONSABILIDADE

 

"Sábio é quem, com simplicidade, leveza e bom humor, estabelece relações profundas e amorosas, mesmo diante das iniquidades!"  Waldemar Magaldi


É impressionante a frequência que sou requisitado para ajudar pessoas, na maioria das vezes livres das limitações financeiras, que sofrem de sintomas depressivos, ansiedade, fobias, os mais variados tipos de comportamentos compulsivos, sentimentos de culpa, raiva, ressentimento ou baixa autoestima. Todas essas queixas vêm acompanhadas de uma sensação de peso! E, ao mesmo tempo, desconforto e crítica diante dos indivíduos que são irresponsáveis, totalmente despreocupados, os "cuca frescas", que não estão nem aí para nada.

Essa situação me faz refletir na possibilidade de existir, nestes indivíduos, uma inveja inconfessa, alguma forma compensatória para aliviar a carga de responsabilidades, compromissos, consequências, preocupações, mau humor e a constante falta de tempo para poder curtir a vida de forma alegre e descontraída, com leveza, alegria e bom humor.

Porém, quando analisamos mais de perto esses sintomas, compreendemos que as razões dessa triste realidade está ancorada na nossa cultura capitalista, competitiva e cumulativa, impregnada das tradições abraâmicas, que valorizam o sofrimento, a dor e o peso angustiante da existência terrena que nos deixa a mercê dos instintos, dos pecados e do risco da danação eterna no inferno.

Aliado a isso, temos a tecnologia que, ao invés de nos proporcionar mais facilidades e tranquilidade, nos remetem a essa constante impaciência e pressa, impedindo-nos de aprender relaxadamente diante dos processos, contemplar e celebrar a vida. Essa situação aumenta ainda mais os sintomas, expondo-nos a todos os tipos de mal estar e essa atual necessidade de substancias psicoativas para aliviar esse estado mórbido e patológico.

Nesta dinâmica, acredito que a única forma para revertermos essa situação é por meio de um processo de autoconhecimento, descontruindo a crença de que é impossível ser, simultaneamente, leve e profundo, herdada dos nossos ancestrais. Ou seja, uma pessoa conectada com seus valores éticos, compromissada com o servir e engajada com a busca de sentido e significado existencial pode e deve ser bem humorada, alegre, livre, leve e solta! Porém, como ninguém tem a capacidade de transformar ninguém, mas também é impossível transformar-se sozinho, a relação analítica é o melhor meio para a conquista da integração e realização dos aspectos grosseiros com os sutis, partindo dos mais instintivos e biológicos até os espirituais e transcendentais!

Waldemar Magaldi Filho

Coordenador dos cursos de especialização, que titulam e formam especialistas nas áreas da saúde do IJEP - Instituto Junguiano de Ensino e Pesquisa. www.ijep.com.br


 

Mais Artigos

Copyright © 2011   Waldemar Magaldi - Todos os direitos reservados